Regulamentos


Alex_Ryu_Jitsu_Calendário

CARATERÍSTICAS DO ESTILO

O estilo Alex Ryu Jitsu é uma Arte Moderna e eficaz de Combate e Defesa Pessoal Portuguesa, estudada e codificada por um português – Mestre Alexandre Carvalho, com forte implantação no território nacional, particularmente, no norte de Portugal.

• O Alex Ryu Jitsu, traduzido coletivamente, indica-nos toda a técnica ou Arte de Combate e auto- defesa, envolvendo hábeis movimentos na aplicação prática de mãos, punhos e pés, conjugados com um vasto leque de técnica especial e cientifica de efeito devastador, de extrema intensidade, visando a aniquilação e destruição não só do ataque, mas também do agressor.
• O Alex Ryu Jitsu, na sua prática, ensina-nos a atuar dentro de uma atitude marcial realista de contacto real, essencialmente, mantendo em absoluto, uma atitude de “Irimi”, que significa, a entrada com técnica em avanço, não recuando, isento de qualquer sentimento de receio ou medo, mesmo frente a uma agressão de arma, ataque de faca ou punhal.
• O Estilo Alex Ryu Jitsu, ensina-nos a combater, utilizando todas as armas e meios naturais do corpo humano, com uma dupla missão:
– Para a rápida destruição do agressor, quando este provoca situações anti-sociais que se opõem à Paz, à Justiça e à Humanidade.
– Para destruir também, sendo esse o fim fundamental do estudo e prática do Alex Ryu Jitsu, todos os traumas, toda a perturbação que afecte a vida do espírito, devolvendo ao Ser Humano, o equilíbrio psico-físico, o auto-domínio e a Paz interior.O Alex Ryu Jitsu é uma autêntica escola de formação pessoal e social, no interior da qual, todos os seus praticantes se aplicam, e se aplicarão arduamente, para o êxito e prestígio desta Arte Marcial, moderna portuguesa.

HISTÓRIA

O Estilo Alex Ryu Jitsu surgiu em Portugal concebido pelo Mestre Alexandre Carvalho, Mestre Geral, Presidente da Associação de Artes Marciais de Vila Nova de Famalicão, Presidente da Federação de Karaté e Desportos de Combate de Portugal e Presidente da Associação Portuguesa de Karaté Alex Ryu Jits., versado em Artes Marciais com mais de 35 anos de experiência e docente em várias especialidades de Karaté, Defesa Pessoal e Desportos de Combate. Surge após acentuada pressão interna e externa de associações a nível nacional e internacional, academias e seus líderes, no sentido de se criar um sistema moderno de defesa pessoal e combate de nível competitivo. Surge na base da sólida e reconhecida organização que se vive na Associação de Artes Marciais de Famalicão, Associação Portuguesa de Karaté Alex Ryu Jitsu e na larga experiência de ensino, reconhecida nas estâncias nacionais e internacionais.
O Mestre Geral da A.A.M.F./A.P.K.R.J., depois de longa meditação e reflexão, e sentindo-se intensamente apoiado pela credibilidade e reconhecimento, decide fundar o seu próprio Estilo, no seio de uma grande reunião de Mestres, Instrutores e Monitores da Organização, na data 18 de Julho de 1999 efetuada para esse fim, e na qual foi aprovado e decidido por unanimidade com todas as assinaturas dos Mestres, Instrutores, de toda a massa de praticantes e alunos, criar o sistema moderno de combate e defesa pessoal – Alex Ryu Jitsu.
Para que este sistema atingisse a realidade foi necessário obter o cinturão negro em várias disciplinas de Artes Marciais e de auto-defesa, estudo, participação e treino intenso muitas vezes com grande espírito de sacrifício, em dezenas de cursos, estágios técnicos de luta, Karaté, Kick-boxing, Kempo, Defesa Pessoal, Yawara-Jitsu, Jiu-Jitsu, Ninjutsu, JKD, entre outros, ministrados por grandes mestres de destacado prestigio Nacional e Internacional. Deste modo, na base de refletido e ponderado estudo sobre as várias artes por onde Mestre Alexandre Carvalho passou e se especializou, nasceu toda a essência e as raízes do Alex Ryu Jitsu.

A raiz mestra sai do Zendo Nacional – Academia de Artes Marciais de Vila Nova de Famalicão, fundada em 1973, em Vilar Antas no Município de Famalicão, pelo Mestre Alexandre Carvalho, onde Karatecas jovens e homens adultos, treinavam de pé descalço em chão de cimento nos tempos gélidos de intenso Inverno Nortenho. Treinava-se intensamente, por vezes 4 e 5 horas consecutivas, acompanhados com forte preparação física, onde estavam incluídos exercícios extremamente dolorosos, de endurecimento do corpo, com períodos de sofrimento muito comparáveis aos exercícios tradicionais executados no Templo de Shaolin. Pés e mãos, para o desenvolvimento da potência e endurecimento devastadores, eram treinados com batimentos em quinas vivas de granito em baldes de areia e placas de cimento. À luz da vela e frente ao pavio aceso, apoiada numa aste de ferro de aço, esta introduzida numa base de rolo de eucalipto, treinava-se séria e assiduamente, a velocidade e direção de ataque de pés e punhos.
Os níveis de desencadeamento técnico de pernas, alto, médio e baixo para o estudo das distâncias, com forte entrada de anca eram treinados frente a caricaturas desenhadas em colunas de cimento, separadas à distância por barras vermelhas colocadas no solo. Os exercícios para abertura de pernas, seus alongamentos e elasticidade eram praticados em roldanas suspensas no teto, por onde passava um acorda fina com uma argola de ferro numa das extremidades. Para o desenvolvimento da força e sua aceleração, servíamo-nos dos tijolos de cimento os quais, eram levantados com os braços. Para obter maior poder e velocidade de pés e de punhos utilizávamos nos treinos de desenvolvimento técnico, as “GETAS” de metal de chumbo. A doutrina do ZEN – a Meditação e concentração, não eram esquecidas, sendo elas a base do sucesso a nível espiritual daqueles que por lá passaram. Deste modo e graças a estes treinos extremamente sérios e penosos, formaram-se ótimos praticantes e excelentes instrutores, alguns deles com o estatuto de Mestres, que atualmente ocupam destacadas posições no campo docente, encontrando-se de uma forma exemplar nas fileiras Académicas da Associação de Artes Marciais de Famalicão, Associação Portuguesa de Karaté Alex Ryu Jitsu e da Federação de Karaté e Desportos de Combate de Portugal (FKDC-P), estando reconhecidos como Mestres de elevado prestígio Nacional.
A experiência dos Mestres e Instrutores da Organização fornecem uma notável maturidade ao Estilo Alex Ryu Jitsu que se consolida claramente, como dos melhores sistemas de Defesa Pessoal e a nível Desportivo, de Combate de Competição. Ele é então, reconhecido como moderno e eficaz nas vertentes atrás descritas, por organizações de Artes Marciais de Norte a Sul do Território Nacional, e pelas mais conceituadas Organizações Internacionais lideradas por destacados Mestres de Grande Prestigio Mundial. Seus Instrutores e Mestres diplomados passaram a exercer o lecionamento em importantes Academias como excelentes Instrutores os quais têm frutificado excelentes alunos, muitos deles notáveis referências Nacionais na área de competição.

A consolidação, progresso e o reconhecimento do Estilo Moderno de Defesa Pessoal e de Combate Alex Ryu Jitsu tem sido um êxito através de demonstrações, campeonatos, fundação de novas academias e a existência de um leque de prestigiados Instrutores nos quadros docentes que servem de pilares fortes à evolução e que muito têm contribuído para o forte e invejável curriculum da Organização A.A.M.F./A.P.K.A.R.J.
Em suma, o sistema de Defesa Pessoal e Combate Alex Ryu Jitsu, surge desde os trabalhos complexos, espinhosos e árduos passados a partir do ZENDO NACIONAL (1973), até aos tempos de hoje, onde se reconhece os elevados sacrifícios, forte perseverança de todos os Mestres e Alunos e de todo o apoio e credibilidade das mais prestigiadas Organizações de Artes Marciais Nacionais e Internacionais.

SÍMBOLO

Logo_ARJTem a grande componente que é o DRAGÃO (animal fabuloso com cauda de serpente, garras e asas). Símbolo de força prodigiosa, coragem, êxitos na luta (combate) e nas situações extremamente difíceis e perigosas, Representa o guardião de todos os bens e portador de prosperidade, progresso e eficácia.
Abaixo, surgem-nos os caracteres orientais da escrita de KANJI, que conjugados com os restantes elementos do símbolo contribuem para a força máxima do praticante de karaté Alex Ryu Jitsu.
Todos os elementos têm como fundo as duas grandes componentes, duas forças ou princípios essenciais do pensamento chinês: YIN e YANG.
Significado das cores do símbolo:
Vermelho – É uma cor combativa, e um excitante da vida, dá-lhe ardor, impele a acção, provoca a luta
Amarelo – É radiante, ofusca e deslumbra. É glória, vitória e triunfo
Branco – É clareza, pureza perfeita, a verdade, evidência, virtude sem mancha, cor fraternal, de harmonia em que as outras cores se fundem.
Preto – Figura na insígnia, somente como adorno e destaque

JURAMENTO SOLENE

O Juramento Solene, também conhecido por “Princípios Morais e Sociais”, é um conjunto de 7 princípios em que todo o atleta Alex Ryu Jitsu utiliza como referência para se elevar no campo espiritual, físico, e inserir-se com sucesso na sociedade atual:

1 – Lutar com coragem, firmeza e espírito de sacrifício, para o domínio absoluto desta arte marcial.
2 – Lutar com firmeza, contra todos os obstáculos, que se oponham à paz, justiça e humanidade.
3 – Ser cortês, delicado e cívico no seio da sociedade.
4 – Juro, estar no princípio da acção, para o desenvolvimento da amizade, união e respeito permanente, para com os mestres, alunos e , demais artes marciais.
5 – Procurar a elevação espiritual, e ascensão da técnica, através do ensino e sabedoria suprema dos mestres.
6 – Somente aplicar a técnica Alex Ryu Jitsu , em caso de perigo real e só em auto defesa.
7 – Juramos ser membros dignos da comunidade.